LEAN CANVAS para avaliar sua ideia de negócio

O primeiro passo que você deve tomar para saber se sua ideia tem futuro é fazer uma pesquisa para saber se alguém já abriu um negócio na mesma área que você deseja abrir, se você encontrar pessoas oferecendo o mesmo produto ou serviço que você deseja oferecer, é um ótimo sinal, pois isto significa que existe uma demanda e que o mercado está aberto para o tipo de produto e serviço que você quer oferecer.



Para facilitar sua análise vamos te dar alguns pontos para pensar:


1 – Qual é o problema que sua ideia vai resolver?

Um negócio tem mais chances de dar certo quando ele resolver uma necessidade real das pessoas, ou seja, se as pessoas precisarem realmente daquilo que você tem a oferecer será mais fácil elas desenvolverem a intenção de comprar de você.


2 – Qual a solução atual para este problema?

Se você identificou um problema que seu negócio vai resolver é importante saber como as pessoas fazem para contorná-lo sem você, isto te dará um grande arsenal para convencer as pessoas de que sua solução é melhor e mais efetiva do que a solução que elas tem hoje.


3 – Que tipo de pessoa tem este problema?

É aqui que você entende quem é a pessoa que você vai atingir com seu produto. Quanto mais detalhar e conhecer a pessoa que você vai ajudar melhor. Lembrando que abrir um negócio é, em última instancia, ajudar as pessoas, portanto é preciso conhecer para potencializar a possibilidade de ajudar. Seu lucro será uma simples e doce consequência.


4 – Quem serão seus primeiros clientes?

Do grupo de pessoas que você pensa em ajudar quem seriam aquelas pessoas que comprariam primeiro de você, ou seja, os primeiros compradores que indicam seu produto para os demais. Isto é muito importante para implantar e direcionar bem seu marketing.


5 – Qual a proposta de valor?

É aqui que seu público se torna seu cliente. O que você vai oferecer como valor? O que seu produto vai transmitir pra ele? Qual será a solução real? A proposta de valor é o benefício real que o cliente terá associado quando comprar seu produto. Um exemplo é quando uma mulher compra uma maquiagem e ela não compra uma tinta de rosto ela compra a beleza.


6 – Qual será a solução para os clientes?

A solução é o conjunto de funcionalidades do produto. Ela trata da descrição da solução, ou seja, como o seu cliente vai usar o produto. Suponhamos que você vai fazer um aplicativo que vai dar uma solução para as esperas em consultório médico. Sua proposta de valor é acabar com as esperas em consultórios e a solução é como isso vai funcionar, ou seja, como o cliente vai ser cadastrar e usar o aplicativo na prática até alcançar o benefício prometido. Esta parte da avaliação da ideia é muito importante porque o cliente precisa saber o que ele tem que fazer (seja comprar algo, usar, etc.) para ter o que você prometeu para ele que ele teria.


7 – Como você vai fazer isto funcionar?

Agora que você já entendeu tudo que vai oferecer de bom para seu cliente é hora de pensar em como isto vai funcionar para você. É preciso definir em quais canais seu produto ou serviço chegará até seu cliente em potencial, quais serão as métricas para você saber se isto está dando certo, de onde virá sua receita (como você fará dinheiro para sustentar esta estrutura) e quais custos terá no processo.


É importante descobrir o maior número de informações sobre o negócio e o contexto em que ele será inserido!


É claro que para criar um negócio perene e de sucesso você deve considerar inúmeros pontos e nuances, mas para saber se sua ideia tem potencial para continuar recebendo sua atenção basta você responder minuciosamente estas perguntas e depois avaliar se as respostas te convencerão da sustentabilidade da ideia.

Se quiser receber mais conteúdos e ferramentas deixe seu email e faça parte desta comunidade que está mudando a vida de tantas mulheres!

Eu quero!