Rótulos e escolhas inteligentes (parte 3/3)

Clique aqui para ouvir esse artigo

Para finalizar o assunto dos rótulos, é importante observar, além da lista de ingredientes que foi abordada nas postagens anteriores, a tabela nutricional e a porção.


A tabela nutricional contém, pelo menos, o valor energético (em kcal) e a quantidade (em gramas) de carboidratos, proteínas, gorduras totais, saturadas e trans, fibras e sódio, com informações sobre o percentual do valor diário (% VD) recomendado para uma dieta de 2.000 Kcal.


Se basear diretamente no valor recomendado pode induzir ao erro, uma vez que as necessidades individuais variam muito, conforme idade, gênero, nível de atividade física etc.


Além disso, é extremamente importante prestar atenção ao tamanho da porção utilizada como base que, frequentemente, é menor do que a quantidade do produto que normalmente será consumida.


Alguns hambúrgueres industrializados, por exemplo, colocam as informações nutricionais de ½ unidade, mas as pessoas comem 1 unidade inteira. Pacotes de biscoito recheado contêm porções de 3 biscoitos, mas dificilmente alguém irá consumir apenas 3 biscoitos.


Refeições congeladas colocam uma porção de 100g, quando será consumida 3 ou 4 vezes essa quantidade. Isso dificulta a comparação entre produtos e, mais uma vez, pode induzir ao erro.


Espero que as dicas tenham contribuído e possam ajudá-las a fazer escolhas alimentares mais conscientes.

Você também poderá gostar